>>> "Combate à AltaTensão vai continuar..."

Quinta-feira, 04 / 10 / 2007

A comissão de moradores de Vale Fuzeiros. entre outras da freguesia de São Bartolomeu de Messines, que se encontraram hoje em Lisboa frente da sede da REN, ameaçaram apresentar uma providência cautelar junto do tribunal para impedir a construção da linha de muito alta tensão nas respectivas zonas da freguesia Messinense.

Sérgio Santos, um dos principais representantes dos moradores afectados pelo traçado, acrescentou hoje à comunicação social, que o responsável da Rede Eléctrica Nacional (REN) Jorge Lixa não lhes deu garantias de que as obras vão parar, apelando ao Ministério da Economia para que juntamente com o Ministério do Ambiente encontre uma solução para alternar a fixação dos postes de alta tensão, de forma a não prejudicar os habitantes.

A população pensa agora seriamente em recorrer juridicamente ao caso, na hipótese de poder obter os mesmos resultados do processo jurídico instaurado pela população de Sintra à REN, que ganharam pela voz do Supremo Tribunal Administrativo, ao confirmarem a decisão de mandar desligar a linha aérea de muito alta tensão instalada pela REN entre Fanhões e Trajouce, no concelho de Sintra.

Texto: Patrick Martins

>>> "Lisboa, o próximo local de protestos..."

Terça-feira, 02 / 10 / 2007

Na próxima quinta-feira, 4 de Outubro, Lisboa vai ser alvo dos próximos protestos da população da freguesia de São Bartolomeu de Messines, afectadas pelo futuro traçado dos postes de alta tensão da REN.

Depois de na passada semana, Silves ter sido vitima dos buzinões em prole dos protestos que persistem desde o mês de Abril, a população mostra-se com todo o rigor na luta pelo os seus direitos, querendo agora chegar mais longe a manifestar o seu descontentamento, sendo agora o alvo apontado como a sede da REN (Rede Eléctrica Nacional) em Lisboa, pelas 15.00h de quinta-feira.


Sérgio Santos, residente em Vale Fuzeiros e habitual declarado na defe
sa da população local afectada pela pretensão da REN, surgiu no passado sábado com a proposta a toda à população local, para uma ida a Lisboa numa ultima esperança, para que a REN possa voltar a alternar o traçado sul na zona de Vale Fuzeiros para norte. Ainda que, também a população da aldeia de Abrutiais entre outras que se seguem já afectadas pelos gigantes postes afixados perto das suas habitações, também irão manifestar os seus descontentamentos, apesar de as hipóteses já serem bastante reduzidas para se corrigir, em relação à de Vale Fuzeiros.

Esta manifestação requer bastante apoio a toda à população da freguesia de Messines, assim como outras populações que possam ser solidárias.
Os locais e hora de partida para a manifestação, são pelas 10.15h em Vale Fuzeiros (Café Casa da Vinha), 10.30h na Amorosa (Café Alice) e pelas 10.40h na Vila de São Bartolomeu de Messines, junto da cerca da Feira. O transporte será em autocarros e as confirmações para a obtenção dos lugares serão até às 12.00h de quarta-feira. O preço irá atingir somente 10€. Para mais e melhores informações ligue para os seguintes números de telefone 965 012 305 ou, 282 332 160.

--------------------------------------------------------------

Outras populações em Portugal também recorrem às habituais manifestações contra a REN, e ao que tudo indica, algumas populações conseguiram mesmo ganhar nos processos jurídicos contra a REN, como por exemplo os habitantes de Queluz.

Sérgio Santos, residente de Vale Fuzeiro, juntamente com sua esposa, foram contactados no inicio de Agosto, por um sujeito do Cacém - Sintra, indicando possibilidades de unir testemunhas nos processos jurídicos das várias zonas afectadas pelos postes de muito alta tensão, como podem ver na seguinte imagem:
> clique em cima da imagem <

Texto: Patrick Martins