>>> "Estrada de Vale Fuzeiros de mal a pior..."

Quinta-feira, 26 / 07 / 2007

Os habitantes de Vale Fuzeiros sentem-se revoltados com o estado da estrada de acesso à zona, danificada desde há muitos anos, após a finalização da obra da Barragem do Funcho ali avizinhada.

Os principiais responsáveis dos danos ali provocados naquela estrada da Aldeia, a empresa Teixeira e Duarte e suas filiais construtoras da obra da Barragem, que se terão comprometido à incumbência da reconstrução das estradas de acesso entre Amorosa e Vale Fuzeiros, com novo tapete de alcatrão, mostraram-se isentos a esse até à data, após a finalização da obra da Barragem nos finais dos anos oitenta. A estrada encontra-se bastante degradada, vitima das elevadas cargas dos camiões que por ali passaram em prole da obra no Funcho, em que ao longo dos anos comprometeu vários prejuízos à população que ali reside, desde uma considerável limitação no turismo conjecturado na zona, até a outros prejuízos financeiros por danos automóveis.
No início dos anos noventa a população ainda chegou a pensar que estava a ser cumprida a promessa da estrada empossar um novo tapete, aquando de uma presença de obreiros que se opuseram a introduzir uma ligeira camada de alcatrão na velha estrada, parecendo-se como um novo tapete, mas que apenas serviu de remendo.

“ Eles enganaram-nos bem, 2 ou 3 anos depois da porcaria que aqui fizeram por causa da Barragem do Funcho, aparecem aqui com uma máquina de espalhar alcatrão, mas nem a 2 centímetros de grossura chegava essa camada, foi só mesmo para não dizerem que nem cá vieram”, frisou um morador da zona.

A estrada encontra-se com imensos declines, altos e baixos, especialmente em curvas de mero perigo, ao que indica ter sido já uma das grandes causas dos acidentes de viação ali provocados. Nas bermas, assim como também em várias partes do centro da estrada, encontra-se várias camadas de alcatrão a remendar covas de grande fundura que se vão abrindo constantemente. Nas imagens abaixo, da autoria da equipa de Messines.Info, evidencia-se por diversas vezes, onde já existiu alguns dos buracos de grande profundeza e em que foram colocadas três, ou mais camadas de alcatrão a remendar o mesmo buraco, o que provoca os enormes declines, “parecendo mais um caminho em postas de alcatrão em prestações e não uma estrada”, como assim dizem os moradores da zona.

“Aqui no Verão costumava ser forte presença das famílias emigrantes, mas com estas estradas numa vergonha compreende-se porquê não se arriscam a vir, pois normalmente eles trazem carros que custam os olhos da cara, e a andar nestas estradas ficam com eles num oito, como se costuma dizer não é, mas mesmo a estrangeirada, se não for em carros alugados, também pouco por cá aparecem agora. As condições cada vez estão piores e mais logo nem um carro de praça tem vontade de cá vir buscar as pessoas, já que a camioneta da carreira também não existe aqui, olhe, mais logo voltamos aos anos 50 ou 60 e só falta não haver luz”, frisa uma moradora da zona.

Note-se que a Aldeia de Vale Fuzeiros é desde há largos anos atrás a maior zona turística, e das mais históricas da Freguesia de São Bartolomeu de Messines, em que o mau acesso à zona desfavorece por completo e compromete o desenvolvimento e crescimento social da área, provocando um enfraquecimento na riqueza que se preveria na Aldeia e arredores.

-------------------------------------------------------------------
Fotografias da estrada de Vale Fuzeiros, Julho 2007

( clique nas fotografias para vê-las ampliadas )


















Texto: Marta Campos
Fotografia: Luciano Sequeira


>>> "Baile de finalistas do 9º ano..."

Domingo, 01 / 07 / 2007

Na passada noite de Sábado, realizou-se o "Baile de Finalistas", dos alunos do 9º ano da Escola E, B, 2, 3 João de Deus de Messines.
O evento teve inicio às 22h30 no salão de espectáculos dos Bombeiros Voluntários de Messines, com a presença de alunos, professores, pais de alunos, entre outros participantes. Durante toda a noite, o palco foi de Carlos Coelho, ao ritmo da música popular portuguesa e acompanhado de uma voz feminina, que animou as danças dos vistosos alunos vestidos de Gala.

Mas o momento principal da noite foi esperado com grande ansiedade por parte dos alunos, momento esse das decisões do júri, que se impôs a eleger alguns dos finalistas vencedores da noite, onde contou com nomes como a Prof.ª Adélia e a carismática Dona Lurdinhas da farmácia "Algarve", entre outros. E os nomeados foram conhecidos já no final da festa, pelas 1h, com o júri a entregar o feito a Cláudia Caetano e a Gonçalo Santos, finalistas vencedores. Os outros atributos foram entregues a Rafaela Varela e também de novo a Gonçalo Santos, como Miss e Mister simpatias da noite. Ficando assim concluida uma noite de festa para os estudantes e professores da Escola E, B, 2, 3 João de Deus.


Fotografias do Baile de finalistas, Sábado, 30 de Junho 2007

( clique nas fotografias para vê-las ampliadas )
......Gonçalo Santos e Rafaela Varela ................O dueto de Carlos Coelho


A equipa do júri

Texto: Patrick Martins
Fotografia: Laura Gonçalo