>>> "Governo ficará de responder..."

Quarta-feira, 23 / 05 / 2007

Realizou-se esta tarde em Faro a manifestação contra a linha de alta tensão passar nas zonas habitadas da freguesia de São Bartolomeu de Messines.

Cerca de 120 pessoas impuseram-se hoje frente do Governo Civil de Faro em protestos contra o traçado da linha de alta tensão que a REN ainda afirma colocar sobre as zonas habitadas. Após o finalizar dos protestos, foram apuradas boas informações por parte de um dos assistentes da dita manifestação, Luciano Sequeira, filho de um comerciante de Vale Fuzeiros, que colaborou com as suas informações a Messines.Info, referiu que estes manifestos de hoje poderão ter tido efeitos positivos, visto que foram chamados três elementos porta-voz dos manifestantes, Sr Sérgio Santos, Sr António Sequeira e Sr Jaime que se reuniram com um dos membros do Governo em Faro. "Acho que o Governo assistiu de forma positiva aos nossos protestos, foram três pessoas chamadas, um deles o meu pai, para falar com um dos membros do Governo Regional e foi exposta a situação, agora resta-nos aguardar uma outra resposta em concreto e ao nosso beneficio, nós mantemos as esperanças de que a REN terá que mudar por completo o seu traçado das zonas habitadas, esperemos" frisou.

Esta manifestação foi o tudo ou nada desta população completamente atormentada por esta proposta inadequada que a REN traça no futuro destas zonas habitacionais, ficando registada como a última das possíveis manifestações realizadas em torno deste caso.

Patrick Martins

-------------------------------------------------------------------
Fotografias da manifestação de quarta-feira, 23 de Maio 2007

( clique nas fotografias para vê-las ampliadas )






Fotografia de Luciano Sequeira


>>> "Manifestação contra a linha..."

Domingo, 20 / 05 / 2007

A próxima manifestação contra a linha de muito alta tensão passar na freguesia de São Bartolomeu de Messines, vai-se realizar frente do Governo Civil de Faro (capital de distrito) na quarta-feira 23 de Maio.


Deixemos aqui o exemplar de um panfleto feito pelos habitantes de Vale Fuzeiros e arredores, que apelam a toda a população da freguesia de São Bartolomeu de Messines e outros apartados, que possam comparecer nesta manifestação num passo de solidariedade para com os moradores futuramente afectados com o traçado da linha de muito alta tensão que a REN insiste manter.

( clique na imagem para visualizar melhor )

Patrick Martins


>>> "Faro - próximo local de manifestação"

Sexta-feira, 18 / 05 / 2007

Na próxima quarta-feira, 23 de Maio, vai se realizar em Faro uma manifestação contra a REN que pretende manter o traçado sobre as respectivas zonas dos habitantes da freguesia de São Bartolomeu de Messines, ainda que Messines.Info não tenha uma informação mais aprofundada sobre qual o local exacto da cidade de Faro que esta manifestação se irá realizar.

Os habitantes de Vale Fuzeiros irão se juntar pelas 14 horas de quarta-feira num café local, rumando depois num autocarro para a cidade capital de distrito, na sequência de defenderem a sua contra-vontade de a REN manter o traçado dos postes de alta tensão nas zonas habitadas.

Patrick Martins


>>> "REN teima manter traçado"

Quinta-feira, 10 / 05 / 2007

A população das áreas onde a REN pretende fixar os postes de alta tensão manifestaram-se pela manhã de ontem frente da autarquia silvense. Também se apurou que o executivo da Câmara de Silves aprovou ontem, por unanimidade, uma proposta com vista a impedir que a Rede Eléctrica Nacional (REN) venha a adquirir os terrenos da herdade do Bom Homem.

A proposta partiu da vereação socialista, que apelou ainda à presidente do município, a social-democrata Isabel Soares, para que leve o caso até à Associação Nacional de Municípios e à Área Metropolitana do Algarve.

Fernando Serpa, vereador do PS, na oposição, revelou ainda ao CM ter sido pedida à Câmara a contratação de um funcionário administrativo com vista a apoiar a Comissão de Moradores de Vale Fuzeiros nas diligências necessárias para travar as pretensões da REN. O autarca mostrou- -se ainda indignado pelo facto de o “Estudo de Impacto Ambiental (EIA) da linha, que deu entrada na Câmara a 26 de Junho de 2006, ter desaparecido da autarquia.”

Sérgio Santos, residente de Vale Fuzeiros, que ontem participou no protesto frente à Câmara e integrou o grupo que na altura falou com o Executivo autárquico, garantiu ao CM que a intenção da REN se tem mantido “inalterável”, apesar da contestação.

“É uma teimosia da REN querer manter o traçado Sul, muito povoado, com áreas agrícolas, explorações de turismo rural e vestígios arqueológicos, quando no Norte há apenas serra, com terrenos pobres, sublinhou, adiantando que “os moradores estão dispostos a tudo para impedir a implantação da linha de alta tensão, tal como está actualmente prevista pela REN.”

Fonte da notícia: do jornal "Correio da Manhã",
(clique aqui para ver +)

--------------------------------
Fotografias da manifestação de quarta-feira, 9 de Maio 2007

( clique nas fotografias para vê-las ampliadas )











Fotografia de Patrick Martins



>>> "Próxima manifestação "

Segunda-feira, 07 / 05 / 2007

No passado sábado foi realizada uma reunião em Vale Fuzeiros em que esteve presente junto dos residentes do local o Presidente da Junta de Freguesia de São Bartolomeu de Messines, no objectivo de reforçar a contra vontade dos moradores das zonas futuramente afectadas pelo traçado dos postes de alta tensão que a REN pretende definitivamente sublinhar, ficando assim marcada para quarta-feira pelas 11 horas da manhã uma manifestação em Silves no largo da Câmara Municipal, onde também irão estar presentes vários elementos dos órgãos da comunicação social do país.

Patrick Martins

>>> "Madrugada infernal"

Quarta-feira, 02 / 05 / 2007

A madrugada do passado dia 1 de Maio foi sinónima de comportamentos pouco ou nada aceitáveis pelas várias pessoas que acampavam na zona das Passadeiras (barragem do funcho), assim como também dos residentes dos arredores, Pedreiras, Vale Fuzeiros entre outros sítios vitimas de furtos e de certos vandalismos.

Iniciou-se pelas 21h30 do dia 30 de Abril naquele local das Passadeiras uma festa de música electrónica que perdurou durante a madrugada de 1 de Maio, patrocinada e de alguma responsabilidade da Junta de Freguesia de São Bartolomeu de Messines, a que levou a alguma influência dos casos sucedidos nessas zonas, isto porque as vitimas campistas queixam-se de pessoas, na maioria jovens oriundos dessa festa, após as 3h da madrugada expandirem-se pelos arredores da zona da festa ao encontro dos acampados que eram portadores de objectos de valor, sendo efectuados furtos a telemóveis, dinheiro, chaves de automóveis entre outros objectos de valor.

Também a uma distância considerável da zona da festa, como nas Pedreiras e em Vale Fuzeiros foram registados furtos a motorizadas dos residentes daqueles locais, assim como actos de vandalismo a casas, atirando pedras a janelas e portas dos moradores.

Sendo que a festa nocturna ali realizada tenha resultado de uma insignificante importância à já habitual convivência das pessoas que ali se encontram naquela zona das Passadeiras todos os anos no dia 1 de Maio (dia do trabalhador), cabe agora à Junta de Freguesia averiguar as responsabilidades precisas para que não se repitam estes tipos de casos, visto que a falta de segurança e organização foram um dos pontos fracos deste evento.

Sandra Castelo